• Gustavo Sette

Conflito é um ativo estratégico nas maiores empresas familiares do mundo


Pesquisa da EY em 21 países, só com empresas grandes, mostra as melhores práticas para lidar com conflitos.


Cinco práticas foram destacadas:


  1. Comunicação frequente, estruturada e inclusiva, até com familiares não ligados à empresa.

  2. Esforços de responsabilidade social desenvolvem laços, união emocional e visão comum do legado.

  3. Definir regras e expectativas antes dos problemas acontecerem reduz muito a chance de conflitos.

  4. Construir um propósito / visão / missão compartilhada cria confiança e aumenta a capacidade de sacrificar benefícios de curto prazo.

  5. Adoção de mecanismos formais para solução de conflitos. Comitês específicos, busca de ajuda externa, Conselho de Família.


Tais práticas de sucesso são comuns em empresas mais antigas e maiores, em que o controle acionário foi diluído com o tempo e tirou da frente o estereótipo dos “fundadores controladores”, que bloqueiam as condições aqui necessárias: diálogo, saber ouvir e abrir mão de poder.


Essa pesquisa foi apresentada na Global Conference do Family Firm Institute, em Chicago.

4 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo